Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Findo mandato Dinamite, uma pequena avaliação

Não foi desta vez.

Eleito sob a promessa de tirar o clube da Idade Média e refundar a democracia cruzmaltina, o final do mandato de Roberto Dinamite fecha a tampa do caixão da Esperança que ele representou, revelando mais uma vez que, do ponto vista administrativo, sua gestão só avançou naquilo que já era ruim para o Clube.

Dívida

Um dos grandes problemas do clube – problema de todos os grandes clubes, era  o tamanho de sua dívida. Para equacionar dívida, em qualquer lugar do mundo, só existem dois caminhos: ou se dá calote ou se paga (com ou sem acordos). Quem não quer solucionar escolhe os dois: dá calote sem declarar e finge que paga. E a dívida, enquanto isso, só aumenta. Foi esse o caminho adotado pelo “Novo Vasco”: deu uma canetada para dizer que o Eurico deixou o Vasco devendo bilhões e passou a fingir que pagava uma dívida que não existia. Enquanto isso, parou de pagar os acordos trabalhistas e de recolher impostos.

Resultados: (1) o Vasco saiu do acordão com a Justiça do Trabalho, e a cada derrota na justiça se vê obrigado a pagar na hora e (2) sem recolher impostos, o clube perdeu a Certidão Negativa de Débitos, ficando impedido de receber a remuneração de seu principal parceiro, a estatal Elotrobrás.

Estrutura

Um grande problema dos grandes clubes cariocas continua sendo a estrutura de trabalho. O Vasco, assim como o Fluminense, por tempos já estão mais adiantos que os outros dois grandes, apesar de grandes deficiências.

Com um estádio próprio – e nele, instalações hoteleiras para concentração, e alugando o Vasco-Barra, o clube dispunha de uma estrutura modesta, mas completa, para o clube profissional e caminhava na direção da construção do CT de Caxias.

Pois o que se viu no Novo Vasco foi o abandono dessa estrutura – que apesar de não estar no mesmo nível da grandeza do clube – é, evidente, melhor que o nada. Pois o “Novo Vasco” escolheu o nada. Em 2009, o clube foi despejado do Vasco-Barra por falta de pagamento de aluguel. Descontente com a estrutra do Hotel de São Januário, Dinamite tirou os jogadores desta concentração e contratou a empresa de seu genro (a GenroTour) para contratar um hotel no Rio de Janeiro para que o clube se hospedasse nas vésperas dos jogos. O CT de Caxias foi abandonado em troca de uma promessa de que um dia quem sabe talvez o prefeito de Macaé iria nos oferecer um terreno.

Por outro lado, neste últimos anos, foram feitas algumas obras pontuais (e importantes) em São Januário. Além da nova pintura, a sala de imprensa, o vestiário e a sala de musculação entraram no século XXI – com dez anos de atraso. Tudo feito em excelentes parcerias com a Brahma.

Futebol – da queda ao Alto da Glória

A atual administração do clube quer vender que ela fez o Vasco retomar o caminho das vitórias. É preciso lembrar (é realmente preciso, porque tem gente que quer reescrever esta história) que foi Dinamite quem levou o Vasco pra segunda divisão. Pegou um time em oitavo, trocou metade do elenco no meio do campeonato, tirou o técnico e deu no que deu.

O ano de 2010 foi aquela pasmaceira de anos atrás.

Já o ano de 2011 parecia perdido. Com um começo de Carioca ridículo, tudo parecia apontar para um ano como o de 2008.

Mas como estamos em ano eleitoral, Dinamite deu um jeito: assinou com a Globo e a CBF os contratos de TV, em um contrato lesivo ao clube, mas em troca recebeu um aporte generoso da Traffic e do BMG. Chegaram Diego Souza, Ricardo Gomes e Alecsandro – que no começo do ano haviam dito que o que o Vasco oferecia era muito pouco.

O time melhorou, levou a Copa do Brasil e agora vai bem no Brasileiro. A conta? O Vasco vai receber menos cotas de TV que o Flamengo, Corinthians e São Paulo, para sempre. E uma dívidazinha de 9 milhões com o BMG. A carreira política de Dinamite foi salva.

Democracia e Transparência

Tudo como dantes, o nepotismo, a remessa ilegal de divisas na venda de jogador, contas não aprovadas, não recolhimento de impostos, despejo do CT, aumento da dívida, atraso no pagamento de salários. A situação administrativa do Vasco é pior do que anteriormente.

Mas se nos tempos do Eurico, a mídia se escandalizava com esses descalabros, hoje, ela os encobre. Estava na boca do povo: “na eleição do Vasco, morto vota”.  Nada mudou. O cadastro do Novo Programa de Sócios do clube é uma piada, feito pela internet, sem foto, sem comprovantes, sem documentos.

Dos novos sócios,

1 – 4.000 não tem pai ou mãe.

2 – 2.000 vivem no mesmo CEP.

3 – 9.000 não tem fotos cadastradas no clube.

Isso quer dizer: qualquer um pode se cadastrar, vivo ou morto. Basta entrar no site e escrever. Depois, se vira pra arrumar uma identidade.

O problema era tão grande que a atual administração não conseguiu produzir a tempo uma lista de sócios aptos a votar.

A eleição foi adiada.

As chapas oposicionistas não receberam a lista de associados, apenas puderam visualizá-la.

As duas chapas com capacidade de vencer as eleições (a de Pedro Valente e a de José Henrique Coelho) retiraram suas candidaturas ontem. As eleições estão ocorrendo agora.

A eleição de hoje, no Vasco, é uma loucura ainda maior do que nos tempos de Eurico.

A diferença?

A notícia:

“Eleição Presidencial do Vasco começa em clima de paz na Colina” 

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/vasco/noticia/2011/08/eleicao-presidencial-do-vasco-comeca-em-clima-de-paz-na-colina.html

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/vasco/noticia/2011/08/eleicao-presidencial-do-vasco-comeca-em-clima-de-paz-na-colina.html

 

Read Full Post »

Cândido esse novo lema da coca-cola, né? Já viram? Confesso que no começo achei que fosse ironia. Mas se a Coca disse, tá falado.

E eu que me achava desiludido com o mundo…
Sempre ia depressivo pro trabalho, pensando na inutilidade de tudo, na miserabilidade ao meu redor: injustiças, mendigos, pivetes, meu patrão fumando charuto importado…

Veja só, acho até que vou parar com os antidepressivos. Esses cartazes no caminho me anestesiam, me dão uma paz…  Nem sei se sou a maioria, mas que se foda, eles tão lá, reciclando lixo, doando dinheiro pra instituições e o caralho a quatro.

Teve um dia que fecharam o túnel.Arrastão, pânico, gritaria. Esses putos só podem ser a minoria, pensei. Respirei fundo, cafeína no sangue, gritei pra um deles:
– meu filho, enquanto vocês assaltam, mil pessoas reciclam lixo!

O filho da puta nem ligou. Tentei de novo:
– ô cara, enquanto você assalta, 100 pessoas fazem trabalho voluntário!

Desgraçado. Faltavam uns 6 carros pra chegar o meu. Gritei, puto da vida:
– ô filho da puta, enquanto você assalta…

E o velhinho do Corolla preto do meu lado:
– tua mãe dá a bunda!

É.
Há razões para acreditar.

Górgios da Silva

Read Full Post »

Joguem Bin Laden no mar
Mas nunca matem o Bin Laden que existe dentro de nós

“(…)
Coração orgulhoso, tens pressa de confessar tua derrota
e adiar para outro século a felicidade coletiva.
Aceitas a chuva, a guerra, o desemprego e a injusta distribuição
porque não podes, sozinho, dinamitar a ilha de Manhattan.”

Carlos Drummond de Andrade, “Elegia 1938”

Read Full Post »

Enquanto mães e pais não puderem enterrar seus filhos, assassinados há mais de 30 anos e enquanto os assassinos e torturadores ficarem impunes, a violência e do autoritarismo vão resistir a qualquer avanço democrático. Não é a toa que a nossa polícia mata como mata, não é a toa que a tortura persiste em nosso país.

Read Full Post »

Propaganda Política Gratuita.

Read Full Post »

Foto: Associated Press

 

Read Full Post »

Tristeza Citadina

Deambulando
por aí. Sem fim nem meio.
Meu coração, mais perdido
do que cego em tiroteio,
(só faltava eu ser cego)
pelo Rio de Janeiro.

Górgios da Silva

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: